Mostrando postagens com marcador Inglês. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Inglês. Mostrar todas as postagens

domingo, 19 de março de 2017

o que significa “XOXO” em inglês?

Escrevi há pouco tempo um texto intitulado “Vocabulário: Abraço” e acabei me esquecendo de falar sobre  XOXO, expressão popularizada pela série de TV Gossip Girl e também pela canção XO de Beyoncé. Perguntado por um leitor, resolvi complementar o post original aqui.
xoxo
Sabemos que XOXO quer dizer “Abraços e beijos” e é a forma usada para encerrarmos informalmente uma carta ou e-mail. Entretanto, não existe consenso quanto à origem da expressão. Há quem afirme que o X representa os lábios de duas pessoas se beijando e a letra O, quatro braços formando um abraço. Outra teoria diz que o X é a representação dos braços e o O significa o formato da boca ao beijar. Não deixe de ler o que o Prof. Michael Jacobs escreveu sobre o tema, em “Abraços: como dizer “abraços” e “beijos” em inglês?“.
Já que estamos falando sobre XOXO, aproveito a oportunidade para agradecer a todos pelo interesse no Tecla SAP e pela ajuda na divulgação do conteúdo do blog durante todos esses anos. A afirmação é até óbvia, mas nunca é demais lembrar que sem a sua participação, o Tecla SAP não existiria. Muito obrigado de coração!
XOXO
Escrito por Ulisses Wehby de Carvalho
Source: TeclaSap

sábado, 18 de março de 2017

Teachar Paulo Barros: Como pensar em Inglês na hora de falar


Créditos: Paulo Barros

Não se esqueça de dar um like e se inscrever no canal do professor Paulo Barros, Inglês Winner, muitas dicas, curso básico, um dos melhores do país!


terça-feira, 14 de março de 2017

10 dicas para aprender inglês sem sair de casa

Quando o assunto é estudar inglês em casa, antes de mais nada, é preciso saber que ouvir, ouvir e ouvir o idioma estrangeiro é essencial para ter sucesso nessa missão. Entender a gramática cabe aos professores e não aos alunos. Quem pretende se dedicar à língua sozinho precisa se policiar para ter a disciplina de praticar diariamente, ouvindo, lendo e falando.
É importante inserir o inglês no seu dia a dia, com leituras, conversas via internet, filmes e música. Uma dica é traduzir letras de cantores famosos para o português, e pouco a pouco ir pegando o idioma. Reforçando o aprendizado autodidata da língua, o jovem tem grandes chances de ir melhor em vestibulares e provas que cobram o inglês.
Preparamos dicas essenciais para as pessoas que querem aprender inglês sem sair de casa. Veja a seguir 10 delas.
1 — Dedicação é essencial. Reserve de 15 a 20 minutos por dia para se dedicar ao inglês, incluindo os fins de semana;
2 — Ouvir músicas em inglês, mesmo nos momentos de lazer, pode ajudar muito a se familiarizar com a língua;
3 — Na hora de escolher o repertório do MP3, prefira aquelas canções das quais você gosta e os artistas com os quais se identifica;
4 — Se você estuda em alguma escola de inglês particular, mas quer complementar o aprendizado em casa, faça as lições e vá se adiantando no livro, mesmo que o professor ainda não tenha pedido. Isso irá ajudá-lo nas aulas;
5 — Quem é que não gosta de ler fofoquinhas sobre a vida das celebridades de vez em quando? Aproveite para acessar os sites em inglês que se dedicam ao tema;
6 — Procure exercitar sempre, mesmo que mentalmente, a tradução das frases do português para o inglês;
7 — Veja filmes, programas de TV e seriados de que você gosta acionando a tecla SAP. Quando não for possível tirar a legenda, prenda um papel na tela para tampá-la;
8 — Quando não entender a pronúncia de uma palavra, ouça-a várias e várias vezes. Se mesmo assim continuar não entendendo, a repetição deverá pelo menos ajudá-lo a ter uma boa noção do assunto;
9 — Redes sociais como Twitter e Facebook e até o MSN podem ajudar quem quer estudar inglês sozinho. Escreva frases, mande mensagens e tente conversar com os seus amigos em inglês;
10 — Vale lembrar que o convívio com o inglês diário faz com que o ouvido fique bem mais esperto com o som das palavras. Treine!
SOURCE: CANAL DO ENSINO

segunda-feira, 13 de março de 2017

Professora Elen Fernandes! Garanta sua vaga para o Curso Básico e Intermediário!

Professora Elen Fernandes! Garanta sua vaga para o Curso Básico e Intermediário!

Resultado de imagem para elen fernandesTalvez você ainda queira conhecer um pouco melhor os meus Cursos Intensivo de Inglês.
Por isso, nesse vídeo mostro um pouco sobre como é a área de membros por dentro.
Se você gostou, aproveite esta CHANCE ÚNICA e faça sua inscrição agora mesmo com 50% de desconto enquanto temos vagas. Sério... Já estamos com as últimas vagas abertas.

Agora é com você... Eu estou aqui para te ajudar....

Take care.
Have a great day!

Elen Fernandes
English Teacher e Especialista em metodologia e aquisição rápida de fluência. 

PS: As únicas que pessoas que não aprendem INGLÊS são aquelas que não possuem coragem para dar o próximo passo...Então, pare de se sabotar e comece a aprender Inglês hoje mesmo. 

Fora, Temer! Como se diz “Fora, Temer!” em inglês?

Fora, Temer!

fora, temer
Foto: Zuma Press / The Wall Street Journal
Você sabe dizer “Fora, Temer!” em inglês? Na verdade, vamos tratar primeiro de como dizemos “Fora!” em inglês. Depois, é claro, sinta-se à vontade para substituir o Temer em “Fora, Temer!” pelo Voldemort de sua preferência.
Há várias opções para usarmos o imperativo em inglês e dizermos “Fora, Temer!”. Seguem algumas sugestões.
As formas Out! e Get out! são, a meu ver, os equivalentes mais diretos. Há, é claro, outras formas de expressarmos o mesmo sentido, tanto de uma maneira mais educada, como You’d better leave now!, quanto de jeitos mais grosseiros, como em Get the hell out! ou Get the fuck out!, entre outras opções.
Beat it é uma gíria equivalente ao nosso “Vaza!” e pode também ser uma boa opção. A expressão é usada no título de uma conhecida canção de Michael Jackson.
Seguem diversos exemplos extraídos de renomados órgãos da imprensa internacional. Todos os trechos são de reportagens que relatam as manifestações ocorridas durante a realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Entre parênteses, aparecem os nomes dos jornalistas que assinam as matérias.

The Washington Post

  • Shortly before halftime, nine activists stood up and unveiled T-shirts with one letter each, forming the Portuguese phrase “fora Temer” — “Temer out.” (Dom Phillips and Joshua Partlow)
  • Um pouco antes do intervalo, nove ativistas se levantaram e mostraram suas camisetas, que formavam a frase “Fora, Temer” — Temer out, em inglês.

CBC

  • She said the protests are not really about the Olympics, and more against Temer taking power from Rousseff, with demonstrators holding signs reading “Fora Temer,” which means “Temer Out.”
  • Ela afirma que as manifestações não são contra os Jogos Olímpicos, mas são direcionados ao fato de Temer ter tomado o poder das mãos de Dilma Rousseff, com os manifestantes mostrando cartazes com os dizeres “Fora, Temer”, que significa Temer Out em inglês.

Forbes

  • Temer did not want to receive a stadium full of boos, or, worse, the chant that has become quotidian in the streets of Rio these days: “Fora, Temer!” (Out, Temer!). (Shannon Sims)
  • Temer quis evitar as vaias de um estádio lotado ou, o que seria pior, o grito que se tornou rotineiro nas ruas do Rio nos últimos dias: “Fora, Temer!” (Out, Temer!).

Daily Mail

  • The main protest, which lasted most of the day, saw cariocas angrily shout ‘Fora Temer’ [Out Temer] while… (Ruth Styles)
  • No principal protesto, que durou quase o dia todo, viam-se cariocas gritando “Fora, Temer” (Out Temer) com raiva, enquanto…

The New York Times

  • Ticket holders appeared at various Olympic events over the weekend with placards reading, “Fora Temer” (Out with Temer.) (Simon Romero)
  • Em diversos eventos olímpicos no fim de semana, torcedores mostraram cartazes com os dizeres “Fora, Temer” ou Out with Temer, em inglês.

LA Times

  • He was accused of shouting “Fora Temer!” (“Temer out!”) — a reference to interim President Michel Temer, an unpopular vice president who took power in May after the controversial impeachment of Brazilian President Dilma Rousseff. (Vincent Bevins)
  • Ele foi acusado de gritar “Fora, Temer! (Temer out!) – uma referência ao presidente interino Michel Temer, um vice-presidente impopular que assumiu o poder em maio depois de um polêmico processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

NBC News

  • Protesters held signs and chanted “Fora Temer,” “Temer Out.” (Emmanuelle Saliba)
  • Os manifestantes carregavam cartazes e gritavam “Fora, Temer”, Temer out, em inglês.

The Wall Street Journal

  • …showing demonstrators shouting antigovernment slogans or wearing T-shirts saying “Fora, Temer,” a call for the removal of interim President Michel Temer. (Will Connors and Anton Troianovski)
  • …mostrando manifestantes que gritavam palavras de ordem contra o governo ou usando camisetas com os dizeres “Fora, Temer”, um protesto pela retirada do presidente interino Michel Temer.

The Guardian

  • Others held up signs saying “Fora Temer” (Temer Out!) addressed to the interim president, Michel Temer, who… (Jonathan Watts)
  • Outros carregavam cartazes com os dizeres “Fora, Temer” (Temer Out!) direcionados ao presidente interino, Michel Temer, que…
Você tem alguma outra sugestão para dizer “Fora, Temer” em inglês? Sinta-se à vontade para enviar sua contribuição na seção de comentários.
Assim como em todos os posts do Tecla SAP sobre questões que dividem opiniões, peço para que os comentários se atenham exclusivamente às questões linguísticas. Você sabe que este não é um foro dedicado ao debate político. Não faltam espaços — reais e virtuais — para você expressar sua opinião. Conto com a sua colaboração.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

7 APLICATIVOS PARA APRENDER/PRATICAR INGLÊS

A dica de hoje é sobre o uso da tecnologia no aprendizado de uma língua estrangeira. Tenho testado alguns aplicativos e estou compartilhando com vocês seis apps gratuitos relacionados ao uso da língua inglesa. Utilizo o sistema Android, mas acredito que eles também estejam disponíveis para iOS. Check the list:
1) LeTroca: jogo educativo de raciocínio. O objetivo é usar as letras disponíveis para formar palavras do vocabulário da língua portuguesa, inglesa ou espanhola (você escolhe o idioma antes de cada partida). Quanto mais palavras você formar, mais pontos ganha, e é possível escolher jogar com limite de tempo ou com tempo livre. Na verdade, ando meio viciada nesse jogo…
 2) Sounds Pronunciation: acabei de instalar este app e fiquei impressionada! Desenvolvido pela Macmillan, é ideal para quem já fala inglês e deseja praticar a pronúncia da língua. Você pode escolher entre o inglês britânico ou americano e fazer transcrições fonéticas utilizando o IPA (International Phonetic Alphabet).
3) musicXmatch: na verdade, este não é um app específico para aprender inglês, mas pode ser muito útil! Trata-se de um catálogo gigantesco com letras de músicas, e funciona da seguinte forma: basta abrir o programa, escolher uma música que você tenha salvado no celular/tablet, e pronto! A letra aparecerá na tela e você vai acompanhando, tipo karaokê. Nem preciso dizer que também vicei, né?
4) Busuuaqui, os usuários têm acesso a mais de 3 mil palavras e frases em inglês, além de diálogos e testes interativos. Pode-se escolher entre os níveis iniciante, intermediário e avançado. Na verdade, nunca usei a versão em inglês, mas instalei a versão em francês e consegui aprender algumas coisinhas.
5) Speak English: Aplicativo super legal para praticar a pronúncia e a fluência. Você seleciona o nível (begginer or advanced) e um tópico (entrevista de emprego, viagem, paquera, etc.). Depois, é só apertar o play e você escuta frases relacionadas a esses tópicos, repete, grava sua voz, escuta novamente e compara a sua pronúncia com a nativa. Recomendo!
6) Vocabulário Inglês Avançado: apesar do nome, este app não me parece muito avançado. Acabei de testar e não há a possibilidade de escolher um nível para iniciar. Basicamente, você ouve uma palavra e deve clicar na imagem correspondente. Recomendo para níveis iniciantes e para crianças.
E você, recomenda algum app? Deixe sua sugestão nos comentários!
UPDATES:
1) Alguns leitores indicaram o app Duolingo, e logo farei uma resenha especial para ele. Mas já adianto que é um app muito bom!
2) Fiz um post sobre o aplicativo 1000 palavras, veja aqui.
3) Também escrevi sobre o MosaLingua, leia a resenha aqui.

quinta-feira, 3 de março de 2016

Pão de queijo existe em inglês? Como se fala?

É lógico que existem centenas de comidas típicas brasileiras que não têm tradução em inglês. É óbvio que não existe no Reino Unido ou na América do Norte pratos como feijoada, vatapá, acarajé ou bobó de camarão. Os nomes já são exóticos, tendo origens indígenas e africanas. Não obstante, o termo pão de queijo, por ser um alimento tão comum e de aparentemente fácil tradução em inglês, merece um espaço neste livro.
pão de queijo
Literalmente, pão de queijo seria cheese bread, em inglês. É uma tradução simples e direta, porém, a palavra bread para quem fala inglês somente significa pão feito à base de farinha de trigo. O pão de queijo brasileiro tem como ingrediente principal o polvilho da mandioca (cassava flour ou manioc starch, em inglês). Além do mais, o termo cheese bread já existe em inglês, como em beer cheese bread(“pão de queijo de cerveja”), garlic cheese bread (“pão de queijo de alho”), italian cheese bread (“pão de queijo italiano”) e, simplesmente, cheese bread. Mas, claro, o cheese bread de lá não é o pão de queijo dos brasileiros.
Em livros de receitas em inglês, o termo pão de queijo é traduzido das mais diversas formas. Porém, cada um é inadequado, por motivos diferentes:
  • cheese bread (bread, para quem fala inglês, é quase sempre interpretado como pão feito com farinha de trigo; o termo cheese bread já existe em inglês)
  • cheese rolls (um roll em inglês é o como o pãozinho francês das padarias brasileiras)
  • cheese buns (um bun em inglês, principalmente em inglês americano, é o pão de hambúrguer e cachorro-quente)
  • cheese balls (nome um pouco mais adequado por pelo menos descrever o formato do alimento (ball = bola), porém, como falta a menção a “pão”, pode ser interpretado como uma “bolinha de queijo” – ou seja, só queijo; além disso, francamente soa feio)
  • cheese puffs (o melhor nome de todos, pois reflete a natureza da cocção do pão de queijo e sua consistência (puff significa algo como “leve, redondo, aeroso”, como o powder puff – esponja do pó-de-arroz); o problema é que o nome cheese puffs já existe em inglês para outro tipo de alimento, os salgadinhos do tipo Cheetos)
Este último termo, cheese puffs, embora inadequado pelos motivos citados, pode nos levar a um outro termo mais satisfatório. Poderia-se pensar em um termo que incluísse o ingrediente principal do pão de queijo, com o formato e a cocção deste:
  • Os melhores pães de queijo são encontrados em Minas Gerais.
  • The best cassava (cheese) puffs are found in Minas Gerais.
Esse termo não é a tradução, e diz pouco sobre o sabor do pão de queijo. Pior, a maioria das pessoas que fala inglês nem sabe o que é cassava. No entanto, a tradução tem quatro distintas vantagens:
1. não engana com o uso inapropriado de bread e derivados, como bun e roll2. descreve corretamente o tipo de cocção
3. não pode ser confundido com qualquer alimento já existente em inglês
e, o mais importante:
4. quem ouve o termo, provavelmente não sabe do que se trata e irá querer saber mais provavelmente.
Fonte: TECLASAP

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Confira, 215 aulas de inglês para iniciantes

O link a seguir AULAS DE INGLÊS GRÁTIS tem 215 diálogos para você praticar. O blog English Tips-Self-Taught busca o que há de melhor na internet. Explorando o site AULAS DE INGLÊS aulas por categoria e começar a estudar. Não deixe de compartilhar nosso blog nas redes sociais. 

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

CURSO EXPERT SCHOOL ONLINE 31 VÍDEOS

Receba o Curso COMPLETO em seu e-mail de uma só vez! São 31 vídeos+exercícios que eu gravei em Vancouver. No Final do Curso é só solicitar seu CERTIFICADO. Mais de 30 mil pessoas já passaram por este curso. Check os depoimentos no meu canal do YouTube. Seja você também EXPERT em INGLÊS!!! O link do Curso http://expertschoolonline.com.br/ coloque seu e-mail e verifique na caixa de spam, boa sorte! 

Quer fazer um curso intensivo? Clique AQUI e entre em contato com a equipe da professora ELEN FERNANDES. 

Acesse também http://expertfluency.com.br/matricule-se-intensivo/ matricule-se hoje mesmo. 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Listening tip: 1918: American and German Forces Meet on a Battlefield Near Paris

Download MP3   (Right-click or option-click the link.)
THE MAKING OF A NATION – a program in Special English by the Voice of America.
I'm Tony Riggs. Today, Larry West and I continue the story of American President Woodrow Wilson.
In 1917, Europe was at war. It was the conflict known as World War One. After three years of fighting, Europe's lands were filled with the sights and sounds of death. But still, the armies of the Allies and the Central Powers continued to fight.
The United States had tried to keep out of the European conflict. It declared its neutrality. In the end, however, neutrality was impossible.
Germany was facing starvation because of a British naval blockade. To break the blockade, German submarines attacked any ship that sailed to Europe. That included ships from neutral nations like the United States. The German submarines sank several American ships. Many innocent people were killed.German submarine attacks finally forced the United States into the war. It joined the Allies: Britain, France, and Russia.
Like most Americans, President Wilson did not want war. But he had no choice. Sadly, he asked Congress for a declaration of war. Congress approved the declaration on April 6, 1917.
It was not long before American soldiers reached the European continent. They marched in a parade through the streets of Paris. The people of France gave them a wild welcome. They cheered the young Americans. They threw flowers at the soldiers and kissed them.The Americans marched to the burial place of the Marquis de Lafayette. Lafayette was the French military leader who had come to America's aid during its war of independence from Britain. The United States wanted to repay France for its help more than a hundred years earlier.
An American Army officer made a speech at the tomb. He said: "Lafayette, we are here!"And so the Americans were there. They were ready to fight in the bloodiest war the world had ever known. Week by week, more American troops arrived. By October, 1917, the American army in Europe totaled one hundred thousand men. The leader of that army was General John J. Pershing.
Pershing's forces were not sent directly into battle. Instead, they spent time training, building bases, and preparing supplies. Then a small group was sent to the border between Switzerland and Germany. The Americans fought a short but bitter battle there against German forces.
The Germans knew the American soldiers had not fought before. They tried to frighten the Americans by waving their knives and guns in a fierce attack. The Americans surprised the Germans. They stood and fought back successfully.Full American participation in the fighting did not come for several months. It came only after another event took place. That event changed the war...and the history of the Twentieth Century. It was the Bolshevik Revolution in Russia. Its leader was Vladimir Lenin.
The Russian Revolution began in the spring of 1917. The people of that country were tired of fighting Germany. And they were tired of their ruler, Czar Nicholas. The Czar was overthrown. A temporary government was established. It was headed by Alexander Kerenski.
President Woodrow Wilson sent a team of American officials to Russia to help Kerenski's new government. The officials urged Russia to remain in the war.Under Kerenski, Russia did keep fighting. But it continued to suffer terrible losses. Many Russians demanded an end to the war.
Lenin saw this opposition as a way to gain control of the government. So he went to the city of Petrograd. There, he led the opposition to the war and to Kerenski.  Night after night, he spoke to big crowds. "What do you get from war." He shouted. "Only wounds, hunger, and death!"
Lenin promised peace under Bolshevik Communism. Within a few months, he won control of the Petrograd Soviet.  That was an organization of workers and soldiers. Another Bolshevik Communist, lLon Trotsky, controlled the Soviet in Moscow.Kerenski's government continued to do badly in the war. More and more Russian soldiers lost hope. Many fled the army. Others stayed. But they refused to fight.
The end came in November, 1917. Soldiers in Petrograd turned against Kerenski. Lenin ordered them to rebel. And he took control of the government within forty-eight hours. Russia was now a Communist nation.
As promised, Lenin called for peace. So Russia signed its own peace treaty with Germany. The treaty forced Russia to pay a high price for its part in the war. It had to give up a third of its farmland, half of its industry, and ninety percent of its coal mines. It also lost a third of its population. Still, it did not have real peace with Germany.The treaty between Russia and Germany had a powerful influence on the military situation in the rest of Europe. Now, Germany no longer had to fight an enemy on two fronts. Its eastern border was quiet suddenly. It could aim all its forces against Britain, France, and the other Allies on its western border.
Germany had suffered terrible losses during four years of war. Many of its soldiers had been killed. And many of its civilians had come close to starving, because of the British naval blockade. Yet Germany's leaders still hoped to win. They decided to launch a major attack. They knew they had to act quickly, before the United States could send more troops to help the Allies.German military leaders decided to break through the long battle line that divided most of central Europe. They planned to strike first at the north end of the line. British troops held that area. The Germans would push the British off the continent and back across the English Channel. Then they would turn all their strength on France. When France was defeated, Germany would be victorious.
The campaign opened in March, 1918. German forces attacked British soldiers near Amiens, France. The Germans had six thousand pieces of artillery. The British troops fought hard, but could not stop the Germans. They were pushed back fifty kilometers. The attack stopped for about a week.Then the Germans struck again. This time, their target was Ypres, Belgium.
The second attack was so successful it seemed the Germans might push the British all the way back to the sea. The British commander, Field Marshal Douglas Haig, ordered his men not to withdraw. Haig said: "There is no other course open to us, but to fight it out."
The British fought hard and stopped the attack. Losses on both sides were extremely high. Yet the Germans continued with their plan.Their next attack was northeast of Paris in May. This time, they broke the Allied line easily and rushed toward Paris. The German Army chief, General Erich Ludendorff, tried to capture the French capital without waiting to strengthen his forces. He got close enough to shell the city.
The French government prepared to flee.
Allied military leaders rushed more troops to the area. The new force included two big groups of American marines.The heaviest fighting was outside Paris at a place called Belleau Wood. The American Marines were advised to prepare for a possible withdrawal. One Marine said: "Withdraw? We just got here!"
The Marines resisted as the Germans attacked Allied lines in Belleau Wood again and again. Then they attacked the German lines. The Battle for Belleau Wood lasted three weeks. It was the most serious German offensive of the war. The Germans lost.
We will continue our story of World War One next week.
You have been listening to THE MAKING OF A NATION -- a program in Special English by the Voice of America. Your narrators were Tony Riggs and Larry West. Our program was written by Frank Beardsley.
Source: www.manythings.org/voa/history Picture: Wikipedia

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Learn English with lyrics: You're Beautiful

LISTEN TO THE SONG AND COMPLETE WITH THE WORDS IN THE BOX
never - true - face - moment - subway - angel - 


My life is brilliant.
My love is pure.
I saw an .
Of that I'm sure.
She smiled at me on the 
She was with another man.
But I won’t lose no sleep on that,
Cause I've got a plan.

You're beautiful. You're beautiful.
You're beautiful, it's 
I saw you face in a crowded place,
And I don't know what to do,
'Cause I'll  be with you.

Yeah, she caught my eye,
As we walked on by.
She could see from my  that I was,
Fucking high,
And I don't think that I'll see her again,
But we shared a  that will last till the end.



Developed by Giselapayeras, English Exercises 

Qual é a diferença entre losing x missing?

losing x missingMuitos se perdem com a dupla losing x missing. É que os verbos to lose e to miss são facilmente confundidos, pois ambos podem ser traduzidos por “perder”. Só quelose é perder no sentido de extraviar, não vencer, sumir. Alguns exemplos:

losing x missing

LOSE

Não vencer
  • Brazil lost the match due to the referee.
  • O Brasil perdeu o jogo por causa do juiz.
Extraviar (por falta de cuidado)
  • So I told my kids for the last time “I’m fed up with your losing your door keys all the time. From now on I’m taking the cost from your allowances”.
  • Então, falei para meus filhos pela última vez: “Estou farto de vocês estarem sempre perdendo as chaves de casa. De agora em diante, vou descontar o gasto das suas mesadas”.
Sumir
  • Someone, I don’t know who, has lost the remote control.
  • Alguém, não sei quem, perdeu o controle remoto.
Perder
  • My former boss would always lose his head at the slightest provocation.
  • Meu ex-chefe sempre perdia a cabeça com um mínimo de provocação.

MISS

Miss é perder no sentido de sentir falta, não comparecer a um compromisso, errar, chegar tarde. Veja:
Sentir a falta
  • I certainly don’t miss my incompetent former boss.
  • Com certeza não sinto falta do meu ex-chefe incompetente.
Não comparecer
  • Joaquim overslept and missed the meeting.
  • Joaquim perdeu a hora e não pôde ir à reunião.
Errar
  • The robber shot at the bank teller but luckily missed him.
  • O ladrão atirou no caixa mas felizmente errou.
Chegar tarde
  • This traffic sucks! If we’re not careful we’ll miss the plane.
  • Esse trânsito é ruim demais. Se não tomarmos cuidado, vamos perder o avião.
Creio que você vai se divertir com a seguinte história. Um aluno queria dizer que perdeu a condução e disse:
  • lost the bus.
Prontamente, respondi:
  • How can you lose a bus? They’re very big!
  • Como pode “perder” um ônibus? Eles são tão grandes!
Mais exemplos, para reforçar a mensagem:
  • You should not miss the chance of recommending this book to your friends.
  • Você não deve perder a oportunidade de recomendar este livro para seus amigos.
  • I woke up late, missed my breakfast and my English class.
  • Acordei tarde, perdi o café da manhã e a minha aula de inglês.
  • Because I missed my English class I didn’t take the exam and lost my job. My colleagues will miss me.
  • Por ter faltado à aula de inglês, não fiz a prova e perdi meu emprego. Meus colegas sentirão minha falta!
  • The mother lost her children in the shopping centre. They were missing for half an hour before they were found.
  • A mãe perdeu seus filhos no shopping. Estiveram sumidos por meia hora até serem encontrados.
  • missed the film on TV last night.
  • Eu perdi o filme da TV ontem à noite.
  • His wallet was stolen without his noticing. He only missed it 20 minutes later. Then he realized it was lost for good.
  • Sua carteira foi roubada sem ele perceber. Ele só sentiu a falta 20 minutos depois. Sabia que nunca mais a recuperaria.
Michael Jacobs/Postagem, crédito: SITE TECLASAP