Mostrando postagens com marcador Inglês. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Inglês. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 18 de abril de 2017

Proverbios em ingles – Os mais comuns

Proverbios em ingles mais comuns

Olá, pessoal. Como vocês estão? Nesse post, vamos falar um pouco sobre algumas curiosidades, e aproveitar para dar um up no seu vocabulário! Isso pois o tema de hoje são os proverbios em ingles!
Mas o que é que são provérbios, mesmo? Tratam-se de ditados populares, algumas “frases prontas” que descrevem conhecimentos sobre aspectos geralmente universais da vida, ou seja, pequenas dicas de sabedoria. Isso pois a maioria deles foi criado na antiguidade; não se trata de algo novo! Porém, justamente por falarem de coisas tão comuns de forma resumida, eles são utilizados até hoje.
Dito isso, vamos ao que importa: aprender esses proverbios em ingles!
proverbios em ingles sabedoria

Proverbios em ingles iguais aos em português

Confira nessa lista alguns proverbios em ingles iguais aos em portugues, ou com tradução única.
“Easy comes, easy goes.” – “O que vem fácil, vai fácil.”
“If you can’t beat ‘em, join ‘em.” – “Se não pode vencê-los, junte-se a eles.”
“Appearances can be deceiving”. – “As aparências enganam.”
all that glitters is gold
“Not all that glitters is gold.” – “Nem tudo que reluz é ouro.”
“Beauty is in the eye of the beholder.” – “A beleza está nos olhos de quem vê.”
“Practice makes perfect.” – “A prática leva à perfeição”.
don't judge a book by its cover
“Don’t judge a book by its cover.” – “Não julgue um livro pela capa.”
“Better late than never.” – “Antes tarde do que nunca.”
“The enemy of my enemy is my friend.” – “O inimigo do meu inimigo é meu amigo.”
laughter is the best medicine
“Laughter is the best medicine.” – “Rir é o melhor remédio.”
“Don’t put off until tomorrow what you can do today.” – “Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje.”
“You reap what you sow.” – “Você colhe aquilo que semeia.”
“Like father, like son.” – “Tal pai, tal filho.”
if you play with fire you'll get burned
“If you play with fire, you’ll get burned.” – “Quem brinca com fogo acaba se queimando.”
“No man is an island.” – “Nenhum homem é uma ilha.”
“Good things come to those who wait.” – “Coisas boas vêm para aqueles que esperam.”
gift horse cavalo dado
“Don’t look a gift horse in the mouth”. – “Cavalo dado não se olha os dentes.”
“Time is money.” – “Tempo é dinheiro.”
“Where there’s smoke, there’s fire.” – “Onde há fumaça, há fogo.”
“There is no place like home.” – “Não há lugar como nosso lar.”
proverbios em ingles diferentes

Provérbios em ingles diferentes (da sua versão em português)

Alguns provérbios em ingles são ditos de maneira diferente em português, apesar de possuírem um provérbio equivalente. Confira na lista abaixo:
“Business is business.” – “Negócios são negócios”, conhecido como “Amigos, amigos; negócios à parte”.
“While there is life, there is hope.” – “Onde há vida, há esperança” ou “A esperança é a última que morre”.
“Two heads are better than one”. – “Duas cabeças são melhores do que uma”, ou “Duas cabeças pensam melhor do que uma.”
birds of a feather flock together
“Birds of a feather flock together.” – “Pássaros da mesma plumagem voam juntos”, que aparece em português como “Diga-me com quem andas que te direi quem és.”
“United we stand, divided we fall.” – “Unidos ficamos, divididos caímos”, ou “A união faz a força”.
water under the bridge
“It’s just water under the bridge.” – “É apenas água embaixo da ponte”, conhecido em português como “Águas passadas não movem moinhos”.
“A blessing in disguise.” – “Uma benção disfarçada”, ou “Há males que vêm para o bem.”
“All good things must come to an end.” – “Todas as coisas boas devem chegar a um final”, conhecido por aqui como “Tudo que é bom dura pouco.”
a picture is worth a thousand words
“A picture is worth a thousand words.” – “Uma imagem vale mil palavras.”, dito como “mais do que mil palavras” no Brasil.
“Haste makes waste.” – “A pressa causa desperdício”, ou “A pressa é inimiga da perfeição.”
“If it ain’t broke, don’t fix it.” – “Se não está quebrado, não conserte”, mais conhecido como “Não se mexe em time que está ganhando.”
bird
“The early bird gets the worm.” – “O pássaro que acorda cedo consegue a minhoca”, ou “Deus ajuda quem cedo madruga.”
“The grass is always greener on the other side.” – “A grama sempre é mais verde do outro lado”, ou “A grama do vizinho é sempre mais verde.”

Esse foi nosso post sobre proverbios em ingles mais comuns!Se quiser se aprofundar um pouco mais no assunto, não deixe de conferir esse outro post sobre provérbios sem equivalentes populares na língua portuguesa, e mais esse sobre proverbios engraçados em ingles. Você também pode assistir o vídeo abaixo para encontrar mais provérbios e aprender a pronúncia de diversos termos. Nos vemos em breve!
Fonte: ANA CUDER


quarta-feira, 5 de abril de 2017

Como perguntar as horas em inglês?

Primeiramente, em inglês você "ask the time" (= pergunta as horas) ou "ask what time it is" (= pergunta que horas são).
Parece algo simples, mas no geral as pessoas aprendem a frase "What time is it?", que está perfeitamente correta, mas quando se deparam com uma situação real onde alguém lhes pergunta as horas, acabam não entendendo. Isto acontece porque não estão acostumadas com as outras expressões, também muito usadas e comuns, nessas situações. Vamos vê-las abaixo:
What's the time? (mais comum no Ing. Britânico) = What time is it? = Que horas são?
Do you have the time? (Ing. Amer.) = Você tem as horas?
Have you got the time? ou Have you got the time on you? (Ing. Brit.) = Você tem as horas?
Do you know the time? = Você sabe as horas?
What time do you have? (Ing. Amer.) = Que horas você tem?
What time do you make it? (Ing. Brit.)= Que horas você tem?
Do you know what time it is? = Você sabe que horas são?

A partir de agora, ao assistir a um filme, preste atenção e verá que essas frases são bem comuns entre os nativos da língua inglesa. E na maioria das situações elas são iniciadas pela expressão "excuse me".
Source: INFLUX BLOG

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Como se diz “não ter papas na língua” em inglês?

A dica de hoje vem do blog INFLUX ENGLISH SCHOOL como se diz não ter papas na língua em inglês? Lembre-se, nada pode ser traduzido ao pé da letra!
A expressão “não ter papas na língua” em português significa o mesmo que “não medir as palavras” ou seja, “falar sem rodeios”, “falar o que pensa”. Em inglês, existem algumas maneiras de expressar essa ideia; porém, há uma expressão em especial cuja equivalência é muito precisa. Vejam abaixo:
not mince (your) words  = não ter papas na língua, não medir as palavras, falar o que pensa, etc.
Como curiosidade, o verbo to mince significa “moer”, “picar”, e é usado principalmente com carne (to mince the meat = moer a carne; minced beef = carne moída). Então, ao pé da letra, a expressão “not mince words” significa “não moer as palavras”.
not-mince-quadro.jpg
She doesn’t mince her words. = She doesn’t mince words. Ela não tem papas na língua.
He doesn't mince his words when he has an opinion. Ele não tem papas na língua quando tem algo a dizer.
She certainly doesn’t mince her words and always speaks her mind. Ela certamente não tem papas na língua e sempre fala o que pensa.
Her husband doesn’t mince words. = Her husband doesn’t mince his words. O marido dela não tem papas na língua. / O marido dela não mede as palavras.
Créditos INFLUX  (LINK)

domingo, 26 de março de 2017

10 dicas do que não faze rde jeito nenhum para aprender Inglês!

04---CURSO-GRATIS
1)      Focar o tempo todo na gramática! Os maiores especialistas recomendam que não deve focar muito em gramáticas, é como pensar o tempo todo no que falar, a língua é automática!
2)      Estudar exaustivamente palavra por palavra e decorar.
3)      É comum pensarmos em Português ou na língua nativa de seu país para falarmos em Inglês. É preciso focar o tempo todo, pensar automaticamente, isso se dá com o tempo.
4)      Medo e ansiedade, frustação com erros, insegurança também é uma das barreiras que devem ser quebradas. Lembre-se, somente a prática leva a perfeição. Mantenha a motivação e continue praticando.
5)      Não aprenda apenas em sala de aula, dedique-se pelo menos 10 minutos por dia.
6)      Falar antes de desenvolver essas habilidades, praticar o listening e a leitura. Não funciona.
7)      Não use palavras negativas, não crie barreiras, foque no que você quer.
8)      Faça por prazer, não por que seu pai quer, por que o mercado obriga. Tenha o hábito da leitura constante e da imersão natural no idioma.
9)      Esqueça os métodos milagrosos, fluência leva tempo e determinação. Varia de aluno para aluno, do nível intelectual de cada um.
10)   Seja você mesmo, não tente imitar nativos, o tempo, a prática e perfeição trará a fluência natural.

Enfim, há mais de 30 anos que estudo o idioma como autodidata, o aprendizado é continuo, é preciso motivação e força de vontade, estabelecer metas e depois correr para o abraço. Não esqueça de acessar o ENGLISH TIPS-SELF-TAUGHT. Deixe seu comentário e divulgue para amigos. 

Depois de tudo isso se quiser aprender Inglês recomendo aulas com a professora Elen Fernandes (Canal no YouTube). 


Foto: Expert School Online


domingo, 19 de março de 2017

o que significa “XOXO” em inglês?

Escrevi há pouco tempo um texto intitulado “Vocabulário: Abraço” e acabei me esquecendo de falar sobre  XOXO, expressão popularizada pela série de TV Gossip Girl e também pela canção XO de Beyoncé. Perguntado por um leitor, resolvi complementar o post original aqui.
xoxo
Sabemos que XOXO quer dizer “Abraços e beijos” e é a forma usada para encerrarmos informalmente uma carta ou e-mail. Entretanto, não existe consenso quanto à origem da expressão. Há quem afirme que o X representa os lábios de duas pessoas se beijando e a letra O, quatro braços formando um abraço. Outra teoria diz que o X é a representação dos braços e o O significa o formato da boca ao beijar. Não deixe de ler o que o Prof. Michael Jacobs escreveu sobre o tema, em “Abraços: como dizer “abraços” e “beijos” em inglês?“.
Já que estamos falando sobre XOXO, aproveito a oportunidade para agradecer a todos pelo interesse no Tecla SAP e pela ajuda na divulgação do conteúdo do blog durante todos esses anos. A afirmação é até óbvia, mas nunca é demais lembrar que sem a sua participação, o Tecla SAP não existiria. Muito obrigado de coração!
XOXO
Escrito por Ulisses Wehby de Carvalho
Source: TeclaSap

sábado, 18 de março de 2017

Teachar Paulo Barros: Como pensar em Inglês na hora de falar


Créditos: Paulo Barros

Não se esqueça de dar um like e se inscrever no canal do professor Paulo Barros, Inglês Winner, muitas dicas, curso básico, um dos melhores do país!


terça-feira, 14 de março de 2017

10 dicas para aprender inglês sem sair de casa

Quando o assunto é estudar inglês em casa, antes de mais nada, é preciso saber que ouvir, ouvir e ouvir o idioma estrangeiro é essencial para ter sucesso nessa missão. Entender a gramática cabe aos professores e não aos alunos. Quem pretende se dedicar à língua sozinho precisa se policiar para ter a disciplina de praticar diariamente, ouvindo, lendo e falando.
É importante inserir o inglês no seu dia a dia, com leituras, conversas via internet, filmes e música. Uma dica é traduzir letras de cantores famosos para o português, e pouco a pouco ir pegando o idioma. Reforçando o aprendizado autodidata da língua, o jovem tem grandes chances de ir melhor em vestibulares e provas que cobram o inglês.
Preparamos dicas essenciais para as pessoas que querem aprender inglês sem sair de casa. Veja a seguir 10 delas.
1 — Dedicação é essencial. Reserve de 15 a 20 minutos por dia para se dedicar ao inglês, incluindo os fins de semana;
2 — Ouvir músicas em inglês, mesmo nos momentos de lazer, pode ajudar muito a se familiarizar com a língua;
3 — Na hora de escolher o repertório do MP3, prefira aquelas canções das quais você gosta e os artistas com os quais se identifica;
4 — Se você estuda em alguma escola de inglês particular, mas quer complementar o aprendizado em casa, faça as lições e vá se adiantando no livro, mesmo que o professor ainda não tenha pedido. Isso irá ajudá-lo nas aulas;
5 — Quem é que não gosta de ler fofoquinhas sobre a vida das celebridades de vez em quando? Aproveite para acessar os sites em inglês que se dedicam ao tema;
6 — Procure exercitar sempre, mesmo que mentalmente, a tradução das frases do português para o inglês;
7 — Veja filmes, programas de TV e seriados de que você gosta acionando a tecla SAP. Quando não for possível tirar a legenda, prenda um papel na tela para tampá-la;
8 — Quando não entender a pronúncia de uma palavra, ouça-a várias e várias vezes. Se mesmo assim continuar não entendendo, a repetição deverá pelo menos ajudá-lo a ter uma boa noção do assunto;
9 — Redes sociais como Twitter e Facebook e até o MSN podem ajudar quem quer estudar inglês sozinho. Escreva frases, mande mensagens e tente conversar com os seus amigos em inglês;
10 — Vale lembrar que o convívio com o inglês diário faz com que o ouvido fique bem mais esperto com o som das palavras. Treine!
SOURCE: CANAL DO ENSINO

segunda-feira, 13 de março de 2017

Professora Elen Fernandes! Garanta sua vaga para o Curso Básico e Intermediário!

Professora Elen Fernandes! Garanta sua vaga para o Curso Básico e Intermediário!

Resultado de imagem para elen fernandesTalvez você ainda queira conhecer um pouco melhor os meus Cursos Intensivo de Inglês.
Por isso, nesse vídeo mostro um pouco sobre como é a área de membros por dentro.
Se você gostou, aproveite esta CHANCE ÚNICA e faça sua inscrição agora mesmo com 50% de desconto enquanto temos vagas. Sério... Já estamos com as últimas vagas abertas.

Agora é com você... Eu estou aqui para te ajudar....

Take care.
Have a great day!

Elen Fernandes
English Teacher e Especialista em metodologia e aquisição rápida de fluência. 

PS: As únicas que pessoas que não aprendem INGLÊS são aquelas que não possuem coragem para dar o próximo passo...Então, pare de se sabotar e comece a aprender Inglês hoje mesmo. 

Fora, Temer! Como se diz “Fora, Temer!” em inglês?

Fora, Temer!

fora, temer
Foto: Zuma Press / The Wall Street Journal
Você sabe dizer “Fora, Temer!” em inglês? Na verdade, vamos tratar primeiro de como dizemos “Fora!” em inglês. Depois, é claro, sinta-se à vontade para substituir o Temer em “Fora, Temer!” pelo Voldemort de sua preferência.
Há várias opções para usarmos o imperativo em inglês e dizermos “Fora, Temer!”. Seguem algumas sugestões.
As formas Out! e Get out! são, a meu ver, os equivalentes mais diretos. Há, é claro, outras formas de expressarmos o mesmo sentido, tanto de uma maneira mais educada, como You’d better leave now!, quanto de jeitos mais grosseiros, como em Get the hell out! ou Get the fuck out!, entre outras opções.
Beat it é uma gíria equivalente ao nosso “Vaza!” e pode também ser uma boa opção. A expressão é usada no título de uma conhecida canção de Michael Jackson.
Seguem diversos exemplos extraídos de renomados órgãos da imprensa internacional. Todos os trechos são de reportagens que relatam as manifestações ocorridas durante a realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Entre parênteses, aparecem os nomes dos jornalistas que assinam as matérias.

The Washington Post

  • Shortly before halftime, nine activists stood up and unveiled T-shirts with one letter each, forming the Portuguese phrase “fora Temer” — “Temer out.” (Dom Phillips and Joshua Partlow)
  • Um pouco antes do intervalo, nove ativistas se levantaram e mostraram suas camisetas, que formavam a frase “Fora, Temer” — Temer out, em inglês.

CBC

  • She said the protests are not really about the Olympics, and more against Temer taking power from Rousseff, with demonstrators holding signs reading “Fora Temer,” which means “Temer Out.”
  • Ela afirma que as manifestações não são contra os Jogos Olímpicos, mas são direcionados ao fato de Temer ter tomado o poder das mãos de Dilma Rousseff, com os manifestantes mostrando cartazes com os dizeres “Fora, Temer”, que significa Temer Out em inglês.

Forbes

  • Temer did not want to receive a stadium full of boos, or, worse, the chant that has become quotidian in the streets of Rio these days: “Fora, Temer!” (Out, Temer!). (Shannon Sims)
  • Temer quis evitar as vaias de um estádio lotado ou, o que seria pior, o grito que se tornou rotineiro nas ruas do Rio nos últimos dias: “Fora, Temer!” (Out, Temer!).

Daily Mail

  • The main protest, which lasted most of the day, saw cariocas angrily shout ‘Fora Temer’ [Out Temer] while… (Ruth Styles)
  • No principal protesto, que durou quase o dia todo, viam-se cariocas gritando “Fora, Temer” (Out Temer) com raiva, enquanto…

The New York Times

  • Ticket holders appeared at various Olympic events over the weekend with placards reading, “Fora Temer” (Out with Temer.) (Simon Romero)
  • Em diversos eventos olímpicos no fim de semana, torcedores mostraram cartazes com os dizeres “Fora, Temer” ou Out with Temer, em inglês.

LA Times

  • He was accused of shouting “Fora Temer!” (“Temer out!”) — a reference to interim President Michel Temer, an unpopular vice president who took power in May after the controversial impeachment of Brazilian President Dilma Rousseff. (Vincent Bevins)
  • Ele foi acusado de gritar “Fora, Temer! (Temer out!) – uma referência ao presidente interino Michel Temer, um vice-presidente impopular que assumiu o poder em maio depois de um polêmico processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

NBC News

  • Protesters held signs and chanted “Fora Temer,” “Temer Out.” (Emmanuelle Saliba)
  • Os manifestantes carregavam cartazes e gritavam “Fora, Temer”, Temer out, em inglês.

The Wall Street Journal

  • …showing demonstrators shouting antigovernment slogans or wearing T-shirts saying “Fora, Temer,” a call for the removal of interim President Michel Temer. (Will Connors and Anton Troianovski)
  • …mostrando manifestantes que gritavam palavras de ordem contra o governo ou usando camisetas com os dizeres “Fora, Temer”, um protesto pela retirada do presidente interino Michel Temer.

The Guardian

  • Others held up signs saying “Fora Temer” (Temer Out!) addressed to the interim president, Michel Temer, who… (Jonathan Watts)
  • Outros carregavam cartazes com os dizeres “Fora, Temer” (Temer Out!) direcionados ao presidente interino, Michel Temer, que…
Você tem alguma outra sugestão para dizer “Fora, Temer” em inglês? Sinta-se à vontade para enviar sua contribuição na seção de comentários.
Assim como em todos os posts do Tecla SAP sobre questões que dividem opiniões, peço para que os comentários se atenham exclusivamente às questões linguísticas. Você sabe que este não é um foro dedicado ao debate político. Não faltam espaços — reais e virtuais — para você expressar sua opinião. Conto com a sua colaboração.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

7 APLICATIVOS PARA APRENDER/PRATICAR INGLÊS

A dica de hoje é sobre o uso da tecnologia no aprendizado de uma língua estrangeira. Tenho testado alguns aplicativos e estou compartilhando com vocês seis apps gratuitos relacionados ao uso da língua inglesa. Utilizo o sistema Android, mas acredito que eles também estejam disponíveis para iOS. Check the list:
1) LeTroca: jogo educativo de raciocínio. O objetivo é usar as letras disponíveis para formar palavras do vocabulário da língua portuguesa, inglesa ou espanhola (você escolhe o idioma antes de cada partida). Quanto mais palavras você formar, mais pontos ganha, e é possível escolher jogar com limite de tempo ou com tempo livre. Na verdade, ando meio viciada nesse jogo…
 2) Sounds Pronunciation: acabei de instalar este app e fiquei impressionada! Desenvolvido pela Macmillan, é ideal para quem já fala inglês e deseja praticar a pronúncia da língua. Você pode escolher entre o inglês britânico ou americano e fazer transcrições fonéticas utilizando o IPA (International Phonetic Alphabet).
3) musicXmatch: na verdade, este não é um app específico para aprender inglês, mas pode ser muito útil! Trata-se de um catálogo gigantesco com letras de músicas, e funciona da seguinte forma: basta abrir o programa, escolher uma música que você tenha salvado no celular/tablet, e pronto! A letra aparecerá na tela e você vai acompanhando, tipo karaokê. Nem preciso dizer que também vicei, né?
4) Busuuaqui, os usuários têm acesso a mais de 3 mil palavras e frases em inglês, além de diálogos e testes interativos. Pode-se escolher entre os níveis iniciante, intermediário e avançado. Na verdade, nunca usei a versão em inglês, mas instalei a versão em francês e consegui aprender algumas coisinhas.
5) Speak English: Aplicativo super legal para praticar a pronúncia e a fluência. Você seleciona o nível (begginer or advanced) e um tópico (entrevista de emprego, viagem, paquera, etc.). Depois, é só apertar o play e você escuta frases relacionadas a esses tópicos, repete, grava sua voz, escuta novamente e compara a sua pronúncia com a nativa. Recomendo!
6) Vocabulário Inglês Avançado: apesar do nome, este app não me parece muito avançado. Acabei de testar e não há a possibilidade de escolher um nível para iniciar. Basicamente, você ouve uma palavra e deve clicar na imagem correspondente. Recomendo para níveis iniciantes e para crianças.
E você, recomenda algum app? Deixe sua sugestão nos comentários!
UPDATES:
1) Alguns leitores indicaram o app Duolingo, e logo farei uma resenha especial para ele. Mas já adianto que é um app muito bom!
2) Fiz um post sobre o aplicativo 1000 palavras, veja aqui.
3) Também escrevi sobre o MosaLingua, leia a resenha aqui.

quinta-feira, 3 de março de 2016

Pão de queijo existe em inglês? Como se fala?

É lógico que existem centenas de comidas típicas brasileiras que não têm tradução em inglês. É óbvio que não existe no Reino Unido ou na América do Norte pratos como feijoada, vatapá, acarajé ou bobó de camarão. Os nomes já são exóticos, tendo origens indígenas e africanas. Não obstante, o termo pão de queijo, por ser um alimento tão comum e de aparentemente fácil tradução em inglês, merece um espaço neste livro.
pão de queijo
Literalmente, pão de queijo seria cheese bread, em inglês. É uma tradução simples e direta, porém, a palavra bread para quem fala inglês somente significa pão feito à base de farinha de trigo. O pão de queijo brasileiro tem como ingrediente principal o polvilho da mandioca (cassava flour ou manioc starch, em inglês). Além do mais, o termo cheese bread já existe em inglês, como em beer cheese bread(“pão de queijo de cerveja”), garlic cheese bread (“pão de queijo de alho”), italian cheese bread (“pão de queijo italiano”) e, simplesmente, cheese bread. Mas, claro, o cheese bread de lá não é o pão de queijo dos brasileiros.
Em livros de receitas em inglês, o termo pão de queijo é traduzido das mais diversas formas. Porém, cada um é inadequado, por motivos diferentes:
  • cheese bread (bread, para quem fala inglês, é quase sempre interpretado como pão feito com farinha de trigo; o termo cheese bread já existe em inglês)
  • cheese rolls (um roll em inglês é o como o pãozinho francês das padarias brasileiras)
  • cheese buns (um bun em inglês, principalmente em inglês americano, é o pão de hambúrguer e cachorro-quente)
  • cheese balls (nome um pouco mais adequado por pelo menos descrever o formato do alimento (ball = bola), porém, como falta a menção a “pão”, pode ser interpretado como uma “bolinha de queijo” – ou seja, só queijo; além disso, francamente soa feio)
  • cheese puffs (o melhor nome de todos, pois reflete a natureza da cocção do pão de queijo e sua consistência (puff significa algo como “leve, redondo, aeroso”, como o powder puff – esponja do pó-de-arroz); o problema é que o nome cheese puffs já existe em inglês para outro tipo de alimento, os salgadinhos do tipo Cheetos)
Este último termo, cheese puffs, embora inadequado pelos motivos citados, pode nos levar a um outro termo mais satisfatório. Poderia-se pensar em um termo que incluísse o ingrediente principal do pão de queijo, com o formato e a cocção deste:
  • Os melhores pães de queijo são encontrados em Minas Gerais.
  • The best cassava (cheese) puffs are found in Minas Gerais.
Esse termo não é a tradução, e diz pouco sobre o sabor do pão de queijo. Pior, a maioria das pessoas que fala inglês nem sabe o que é cassava. No entanto, a tradução tem quatro distintas vantagens:
1. não engana com o uso inapropriado de bread e derivados, como bun e roll2. descreve corretamente o tipo de cocção
3. não pode ser confundido com qualquer alimento já existente em inglês
e, o mais importante:
4. quem ouve o termo, provavelmente não sabe do que se trata e irá querer saber mais provavelmente.
Fonte: TECLASAP